Feeds:
Posts
Comentários

Olá pessoal! Feliz 2011! Quero começar o ano lançando um programa de ensino para as empregadas, ou mesmo pra você e seus amigos. Agora é pra valer!

O CURSO: é composto de 5 Módulos

1. Básico – como lavar, cortar e fazer legumes e verduras em geral; idéias para variar o arroz de todo dia, com grãos integrais, legumes e especiarias; como cozinhar e temperar feijões (azuki, munghidal/feijão moyashi), lentilhas, grão de bico, etc; tortilla espanhola com açafrão da terra

2. Peixes e seus acompanhamentos – como lavar e temperar peixes; caldo de peixe para risotos ou pirão; filés grelhados; moqueca capixaba (sem dendê); sugestões de acompanhamentos: purê de batatas com folhas de mostarda fresca, vagem ou quiabo ao curry, e outros de sua preferência, a combinar

3. Carnes e seus acompanhamentos – como temperar carnes em geral; sugestões de preparo de carnes assadas, grelhadas e de panela; sugestões – carne recheada com legumes, picadinho caseiro, rosbife para o lanche; acompanhamentos leves como saladas e legumes salteados

4. Aves e seus acompanhamentos – como cortar, limpar e temperar frangos; pratos de frango ao forno com legumes; à moda da Tia Violeta (com batatas e tomate); enroladinhos de filé de frango recheado ao forno; arroz caipira (integral ou comum); risoto de arroz integral para acompanhar e outros

5. Legumes, saladas e conservas – módulo especial vegetariano com orgânicos; sugestões – abobrinhas ou beringelas grelhadas com gengibre, salada em conserva de beterraba, pepino japonês em conserva (tsukemono), opções de saladas com verduras e frutas

COMO FUNCIONA

– são 3 a 4 horas por módulo, 1 aula por semana

– você pode escolher o módulo de sua preferência, ou fechar um pacote completo

– antes das aulas, marco um bate-papo para conhecer o gosto pessoal de cada integrante da casa, o que gostam de comer, o que não gostam, e dou sugestões;

– meus cardápios não incluem frituras; todos os pratos são preparados de forma saudável e saborosa

– os cardápios podem inclui sopas variadas, risotos ou massas, de acordo com a época do ano ou preferência individual

– se preferir, acompanho o/a interessado/a às compras em mercados ou feiras livres, principalmente na compra dos peixes

Contato: herafer@terra.com.br

Esfishas

Fui fazer esfishas na casa de uma amiga, na cidade de Itu.

A receita da massa foi dada pela avó da minha esposa, que trouxe da Turquia. É muito simples:

  • 1 kg de farinha de trigo
  • 4 tabletes de fermento biológico
  • 2 copos e 1/2 de leite
  • 1 ovo
  • 1/2 copo de óleo
  • 1 pitada de sal

Modo de preparo: dissolva o fermento no leite morno, reserve. Misture os demais ingredientes, e adicione por último o fermento dissolvido com o leite.  Sove a massa e deixe descansar por mais ou menos 1 hora, coberta.

Cortar a massa em fatias e fazer rolinhos e corte em pedaços de mais ou menos 2 cm (veja foto abaixo).  Deixar as bolinhas descansarem mais ou menos uns 15 minutos, cobertas com um pano. Abra as bolinhas de massa como quiser, com as mãos; você pode fazer esfishas abertas ou fechadas.  Esta receita dá cerca de 80 a 100 esfishas.

Recheios sugeridos:

1. carne – compre capa de filé, mande tirar um pouco da gordura e moer 2 vezes; tempere com cebola, tomate, orégano, pimenta do reino e sal à gosto; não coloque limão em hipótese alguma, pois ele cozinha a carne e a deixa aguada.

2. queijo – misture queijo fresco ou ricota com mussarela na mesma proporção; tempere com orégano, e se gostar, coloque cebola picada e cheiro verde.

3. escarola – refogue a escarola picada com cebola e tomate, sal, pimenta do reino a gosto; se quiser coloque nozes ou amêndoas picadas; deixe esfriar e coloque num escorredor para escorrer a água da verdura, esprema antes de rechear as esfishas.

Use sua criatividade para os recheios: calabresa, aliche, goiabada com queijo, etc.

Mês passado fiz um jantar para 9 pessoas, a convite da Casa Canela – um lugar muito especial, no Alto de Pinheiros-SP.

A pedido do grupo, preparei uma Maminha ao Forno com sal grosso, com um molho especial de shitake e cebolas. Como acompanhamento fiz um cuscuz marroquino de legumes,  com açafrão e ghee (manteiga clarificada, que eu mesmo preparo).

Foi uma aula bastante informal. As pessoas participaram de todo o preparo dos pratos, desde o tempero da carne, o corte dos legumes, o tempero à base de especiarias, até o cozimento final.

O bate-papo foi agradável, acompanhado por um bom vinho servido pelo Sérgio Longato, proprietário do espaço.

As pessoas sairam satisfeitas e contentes por terem participado do evento, levando as receitas para casa.  Vejam algumas fotos e aguardem os próximos eventos.

Fotos de Paula Franco.

Nesta quinta-feira tive o prazer de fazer um bolo de maçã com especiarias na Casa Canela – uma loja muito simpática na Vila Beatriz, que vende acessórios de cozinha.

Compareceram várias pessoas para degustar e aprender a fazer a receita do bolo, que foi complementada com uma compota de morangos orgânicos que fiz na hora, sem adição de açúcar.

A loja ficou com um perfume irresistível de bolo e especiarias no ar. Quem passava na calçada sentia o aroma de longe. Foi uma tarde bem legal, onde pude mostrar minhas qualidades de ‘chef’.

A receita é muito fácil de fazer.

Ingredientes:

– 2 xícaras de açúcar (1 de mascavo, 1 de açúcar branco)

– 3 ovos

– 3/4 de xícara de óleo

– 2 xícaras de farinha de trigo

– 1/2 xícara de café de canela em pó

– 1 vidro de essência de baunilha

– 1 pitada de sal

– 1 colher de sopa de fermento em pó

– 2 maçãs finamente picadas (fatiadas no cortador de legumes)

– frutas secas picadas à gosto: uvas passas, damascos, nozes, amêndoas, castanhas do Pará, frutas cristalizadas, ou cerejas ao licor – de 100 a 150gs no total

Modo de fazer: misturar os ingredientes secos com os ovos e o óleo, numa tigela, vigorosamente (não precisa bater na batedeira); depois colocar as maçãs fatiadas e as frutas secas. Por último, adicionar o fermento e misturar.

Untar 2 formas para bolo inglês com óleo de cozinha e açúcar; dividir a massa nas 2 formas. Deixar o forno pré-aquecido.

Levar para assar cerca de 20 minutos em forno médio-alto, para crescer; e mais cerca de 50 minutos em fogo baixo para assar. Faça o teste do palito.

Seguem algumas fotos do evento.

Quinta-feira passada foi a noite do saint-peter grelhado ao molho de missô, com risoto de shimeji e caldo de legumes e açafrão da terra.

Fui convidado para fazer um jantar na casa de amigos, passamos uma noite muito agradável e o pessoal gostou muito de tudo, principalmente da sobremesa.

Fiz uma panela de frutas cozidas sem açúcar, só com especiarias.

Seguem algumas fotos do jantar:

Também conhecido como cúrcuma ou tumeric, em sânscrito ‘haridra’.  É um rizoma, ou seja, um caule em forma de raiz, como o gengibre – nasce embaixo da terra – tem 1.001 utilidades, desde culinária até terapêutica.

Eu até plantei uma muda no jardim da minha casa na praia, e colhi da última vez que estivemos lá. Vejam só como ele é:

Como ingrediente culinário, ele dá um sabor agradável na comida e uma linda cor dourada – você pode acrescentá-lo quando fizer legumes ‘souté’, arroz (lembra da paella?), peixes, no que quiser.

Mas ele tem também muitas utilidades terapêuticas:

– Para tosse: misture bem uma colher de café de cúrcuma em pó com uma colher de sopa de mel, fazendo uma pasta homogênea e tome como xarope, de 2 em 2 horas; ou misture num pouco de leite quente. Acalma a tosse na hora.

– Para ferimentos (cortes): enxágue o local com água e imediatamente coloque o pó de cúrcuma; o sangue vai se estancar, ele age como antisséptico, evitando infecção

– Tem efeito calmante sobre o sistema digestivo, pois ajuda a aumentar o muco protetor que reveste o estômago

– Possui um efeito protetor sobre o fígado e pode ajudar a baixar níveis de colesterol

– Misturado com água, em forma de pasta, pode ser aplicado em espinhas e erupções cutâneas

Na medicina ayurvédica, é um importante agente depurador e desintoxicante, por isso, coma à vontade!!!  Usado como alimento pode ajudar equilibrar o excesso de Kapha. Mais detalhes sobre a tipologia Kapha, clique aqui.

Cuidado para comprar, e se for muito barato desconfie. Tem gente que mistura com fubá e diz que é açafrão puro.

Fonte: O Guia Deepak Chopra de Ervas

 

Há 2 dias atrás, no Estadão saiu um artigo especial sobre lixo (caderno Planeta).  Lendo o artigo pude perceber como é incrível, como as pessoas estão se alimentando mal. 

Por exemplo, no artigo fala sobre uma família de 4 pessoas que em 1 semana consumiu 20 litros de refrigerante!!

Gente, precisamos ter consciência,  pensar na saúde, no dia de amanhã. Não ficar comendo MacDonald’s, pizza, se for comer no kilo, comer mais vegetais, coisas frescas.  Lembre-se que você não vai comer isso um dia só, mas muitos e muitos anos, e o resultado depois dos 40 e poucos anos é muito ruim. 

A má alimentação gera doenças degenerativas, pressão alta, acúmulo de gordura.  Além disso tudo vamos praticar exercícios físicos!

Bjs a todos.